BEWARE OF THE SNIPE ABILITY - SPLINTERLANDS [PT-BR/ENG]

in Splinterlands3 months ago

Click here to English Version.

Cada habilidade em Splinterlands possui objetivos diferentes e podem desempenhar de maneira adversa de acordo com cada batalha, entretanto existem aquelas que vão ser funcionais na grande maioria dos combates enquanto outras podem mais atrapalhar do que ajudar. Um exemplo claro de habilidade que nem sempre será útil é a Scattershot por adicionar ainda mais aleatoriedade ao time e caso isso não seja feito em conjunto com a habilidade Blast você estará apenas piorando seu time.

Outro exemplo perfeito e que será o foco desta postagem é a habilidade Snipe que pode exercer um papel fundamental que é eliminar os suportes do time inimigo para garantir que elas não vão dar sustain infinito ao tank, entretanto se isso for feito de maneira errada você poderá acabar dividindo seu dano entre vários alvos e ficar ineficiente. Então vamos aprender quais detalhes você deve se manter atento ao utilizr essa habilidade.

Batalha.

Esta é uma ótima partida para falarmos sobre Snipe . O meu time é uma composição padrão focada na sobrevivência do tank através da escolha de unidades de suporte para fornecer Heal e Repair .

Se considerarmos isso pode parecer que escolher uma carta com Snipe seja uma ótima opção, porém alguns detalhes muito importantes devem ser considerados.

Se houver grandes chances do time inimigo possuir habilidades de proteção a escolha do Snipe será pouco eficiente pois demorará muito tempo para eliminar as unidades.

Ao observarmos que os dois splinters disponíveis eram Vida e Terra podemos perceber que no caso de Vida existem dois invocadores que tornam o Snipe muito ineficiente, que seriam a Lorna Shrine ou o próprio Tyrus Paladium que eu utilizei. Já no caso do elemento Terra há a lendária Queen Mycelia que também distribui armadura para todo o time e gera essa ineficiência de dano. Em ambos os casos essa habilidade seria pouco efetiva pois demoraria para conseguir eliminar as cartas por estarem protegidas.

É interessante que sua composição também seja focada em manter o tank vivo com habilidades de suporte e o Snipe seja o elemento chave para quebrar a estratégia do oponente.

Se as duas composições forem focadas em curar o tank, caso você utilize essa habilidade você terá a vantagem pois eventualmente eliminará os suportes e quebrará essa estrutura da estratégia do inimigo, entretanto se você não estiver utilizando essa estratégia o seu tank poderá morrer mais rápido do que o do adversário pois você estará distribuindo seu dano entre diferentes alvos, e uma composição quebrada significa grandes chances de derrota.

Imagine se o time inimigo possuísse uma dessas cartas de cura. A soma das duas curas impediriam o Flesh Golem de morrer enquanto o Hunter Jarx estaria fazendo o seu papel de eliminar os meus suportes com seu Snipe .

Se você tiver consciência desses dois pontos e refletir sobre as possibilidades e os prós e contras ao montar a sua composição você provavelmente estará preparado para utilizar o Snipe adequadamente para quebrar totalmente as estratégias do inimigo. Infelizmente não foi o caso para o meu oponente pois a armadura extra do Tyrus Paladium fez o Hunter Jarx gastar muito tempo primeiro tendo que quebrar a armadura e depois começar a causar dano.

Use o Snipe ao seu favor e você verá que essa poderá ser uma habilidade muito útil mas sempre tome cuidado para não escolher uma carta que vá ser inútil por acabar mitigando seu dano. Espero que essas dicas sejam úteis e você melhore ainda mais sua gameplay!

Muito obrigado a todos que leram até aqui, espero que tenham gostado. Se vocês curtirem meus conteúdos, peço que deixem o seu voto na postagem e sigam o meu perfil para poderem acompanhar as futuras postagens.

Se o Rei não se mover, seus súditos não irão segui-lo.

Each ability in Splinterlands has different objectives and can perform adversely according to each battle, however there are those that will be functional in the vast majority of combats while others may be more of a hindrance than a help. A clear example of a ability that will not always be useful is Scattershot for adding even more randomness to the team and in case this is not done in conjunction with the ability Blast you will only make your team worse.

Another perfect example that will be the focus of this post is the Snipe ability that can play a key role that is to eliminate supports from the team enemy to ensure they don't give infinite sustain to the tank, however if this is done wrong you could end up splitting your damage across multiple targets and becoming ineffective. So let's learn what details you should keep an eye out for when using this ability.

Battle.

This is a great game to talk about Snipe . My team is a standard composition focused on tank survivability through choosing support units to provide Heal and Repair .

Considering this, it might seem that choosing a card with Snipe is a great option, but some very important details must be considered.

If there is a high chance that the enemy team has protection abilities, choosing the Snipe will be inefficient as it will take a long time to eliminate the units.

As we noted that the two splinters available were Life and Earth we can see that in the case of Life there are two summoners that make Snipe very inefficient, which would be Lorna Shrine or the Tyrus Paladium that I used. As for the Earth element there is the legendary Queen Mycelia which also distributes armor to the entire team and generates this damage inefficiency. In both cases this ability would be ineffective because it would take time to eliminate the cards because they are protected.

It's interesting that your composition is also focused on keeping the tank alive with support abilities and the Snipe is the key element to break the opponent's strategy.

If both compositions are focused on healing the tank, if you use this ability you will have the advantage because eventually you will eliminate the supports and break this structure of the enemy's strategy, however if you are not using this strategy your tank can die faster than than the opponent's as you will be distributing your damage between different targets, and a broken composition means high chances of defeat.

Imagine if the enemy team had one of these healing cards. The sum of the two heals would prevent the Flesh Golem from dying while the Hunter Jarx would be doing his part to eliminate my supports with his Snipe .

If you are aware of these two points and reflect on the possibilities and the pros and cons when putting together your composition you will probably be prepared to use Snipe properly to completely break enemy strategies. Unfortunately this was not the case for my opponent as the extra armor from the Tyrus Paladium made the Hunter Jarx spend a lot of time first having to break the armor and then start dealing damage.

Use the Snipe to your advantage and you will find that this can be a very useful skill but always be careful not to choose a card that will be useless as it ends up mitigating your damage. I hope these tips are useful and you improve your gameplay even more!

Thank you so much to everyone who read this far, I hope you enjoyed it. If you like my content, I ask you to send your vote on the post and follow my profile so you can read future posts.

If the king doesn't move then his subjects won't follow.

Sort:  

This post has been given a 10.0% UpVote by the SplinterBoost Community Curation Bot.
image.png
Delegate HP | Join Discord

Obrigado por promover a comunidade Hive-BR em suas postagens.

Vamos seguir fortalecendo a Hive

Metade das recompensas dessa resposta serão destinadas ao autor do post.


Congratulations, @underlock Your Post Got 68.79% Boost.
@underlock Burnt 80 HELIOS & We Followed That Lead.

helios.voter

Contact Us : HELIOS Token Discord Channel

Splitting the attack can be negative for the battle. But would it be a good idea to at least leave an attacker with a chance?

It's interesting if the opponent doesn't have so many card options that protect the entire team (like Queen Mycelia or Venari Wavesmith)