How different depression is when seen as a thought pattern [EN/PT]

in Proof of Brain6 months ago (edited)

We lose agency because we misunderstand emotions

In previous posts, I've covered how emotions are signals produced by your unconsciousness after analyzing patterns. This is an entirely new way to think of intense conditions such as depression. What we would normally think of as a terrible scenario we're afraid to come across, becomes one we can easily understand.

Whenever we comprehend a situation, it's much easier to make decisions, so having the ability to see through what our unconsciousness throws at us, the patterns being predicted, is very empowering. Ignoring emotions is like pretending you don't know the answer to "1+1=?". If you do it, reality stops making sense, you begin to act crazy.

There's no manual for handling emotions, so it's much easier said than done. If emotions are pattern predictions, what's being predicted when we become depressed?

Although we're familiar with the tolls depression takes on a person's life, all we do is look at it through common sense: "He's miserable, and he can't do anything about it." That's not what's really going on in the life of a depressed person. They're miserable because they're never doing anything about their miserable situation.

It might be that the depressed person doesn't know what to do, what's missing in their life, or why they're this miserable, but it's very clear that they're only depressed because it's foreseeable how their situation won't change in the upcoming future.

Linguistics creates a huge problem. We associate that depression comes with the inability to make changes in our lives. However, depression comes from our lack of action. We're disempowered in ways, but we haven't completely lost our agency in life. We just forget that we still have control over so many things because everyone else is seemingly agreeing with us on how powerless we are.

The process of healing starts when a depressed person starts having to make their own meaningful decisions again, even if they're focused on a completely different area of life than what got them depressed in the first place. The feeling of powerlessness and uselessness goes away when you make a difference in something that matters to you, even when it's not your focus. However, this knowledge isn't obvious. It's not propagated.

The fact that we don't see how emotions are logical thought patterns from our unconsciousness has never stopped shaping human culture. Now that we have the knowledge to understand emotional social constructs, it's time to review everything we know, for the better.


PORTUGUÊS

Perdemos liberdade porque entendemos mal as emoções

Em postagens anteriores, abordei como as emoções são sinais produzidos por sua inconsciência após a análise de padrões. Esta é uma maneira totalmente nova de pensar em condições intensas, como a depressão. O que normalmente consideraríamos um cenário terrível com o qual temos medo de nos deparar, torna-se algo que podemos entender facilmente.

Sempre que compreendemos uma situação, é muito mais fácil tomar decisões, portanto, ter a capacidade de ver através do que nossa inconsciência nos lança, os padrões sendo previstos, é muito fortalecedor. Ignorar as emoções é como fingir que não sabe a resposta para "1+1=?". Se você fizer isso, a realidade deixa de fazer sentido, você começa a agir como um louco.

Não existe um manual para lidar com as emoções, então é muito mais fácil dizer do que fazer. Se as emoções são previsões de padrões, o que está sendo previsto quando ficamos deprimidos?

Embora estejamos familiarizados com os encargos que a depressão assume na vida de uma pessoa, tudo o que fazemos é olhar para ela com bom senso: "Ele está infeliz e não pode fazer nada a respeito." Isso não é o que realmente está acontecendo na vida de uma pessoa deprimida. Eles estão infelizes porque nunca fazem nada sobre sua situação miserável.

Pode ser que a pessoa deprimida não saiba o que fazer, o que falta em sua vida ou por que está tão infeliz, mas é muito claro que ela só está deprimida porque é previsível que sua situação não mude em o futuro próximo.

A linguística cria um problema enorme. Associamos que a depressão vem com a incapacidade de fazer mudanças em nossas vidas. No entanto, a depressão vem da nossa falta de ação. Estamos sem poder de certa forma, mas não perdemos completamente nosso arbítrio na vida. Nós apenas esquecemos que ainda temos controle sobre tantas coisas porque todo mundo parece concordar conosco sobre como somos impotentes.

O processo de cura começa quando uma pessoa deprimida começa a ter que tomar suas próprias decisões significativas novamente, mesmo que esteja focada em uma área da vida completamente diferente daquela que a deixou deprimida em primeiro lugar. A sensação de impotência e inutilidade vai embora quando você faz a diferença em algo que é importante para você, mesmo quando não é o seu foco. No entanto, esse conhecimento não é óbvio. Não é propagado.

O fato de não vermos como as emoções são padrões lógicos de pensamento de nosso inconsciente nunca deixou de moldar a cultura humana. Agora que temos o conhecimento para entender as construções sociais emocionais, é hora de revisar tudo o que sabemos, para melhor.


image source https://pixabay.com/pt/photos/sad-man-depressed-sadness-2635043/

Sort:  

Obrigado por promover a Língua Portuguesa em suas postagens.

Vamos seguir fortalecendo a comunidade lusófona dentro da Hive.

Metade das recompensas dessa resposta serão destinadas ao autor do post.

Vote no @perfilbrasil para Testemunha Hive.


Your post was manually curated by @KaibaGT.
banner_hiver_br_01.png

Delegate your HP to the hive-br.voter account and earn Hive daily!

🔹 Follow our Curation Trail and don't miss voting! 🔹

Yay! 🤗
Your content has been boosted with Ecency Points, by @felipejoys.
Use Ecency daily to boost your growth on platform!

Support Ecency
Vote for new Proposal
Delegate HP and earn more