How to overcome social awkwardness as a socially isolated person [EN/PT]

in Proof of Brain5 months ago

Filling the social void

In today's age, many individuals lean towards extreme introversion, to the point that young adults have been more anxious and depressed than ever before. Older adults also haven't kept up with the changes in technology and the social sphere, so there's this huge gap in understanding how to progress outside our own family.

For these people, navigating social situations can be a source of discomfort, often compounded by a negative mindset. For everyone in this situation, here's what I have to tell you: exposing yourself, keeping calm and trying to interact in a socially valuable manner are attitudes that can help individuals, even those who may not naturally be outgoing or friendly, make good friends publicly.

The following story, which we will later analyze to see what we can take into our own lives, enacts how such a friendship bond may occur.

Unfriendly Joe

"Once upon a time in a small, close-knit town, there lived a woman named Lily who was known far and wide for her warm and friendly nature. She was always the first to offer a helping hand or a bright smile to anyone she met. However, one day, her friends introduced her to Joe, a newcomer to the town, known for his unfriendly demeanor. Joe had an independent spirit, was incredibly honest, self-reliant, and secretly loyal to his best friends. Lily, initially hesitant to befriend someone so different from her, couldn't help but be curious about what lay beneath Joe's rough exterior.

As weeks turned into months, Lily and Joe began crossing paths more frequently in their close-knit community. They'd exchange greetings, and Lily's persistent friendliness gradually chipped away at Joe's stoic facade. One day, Lily noticed Joe helping an elderly neighbor carry groceries to her doorstep. Impressed by his kindness and selflessness, she decided to strike up a conversation with him. They talked about their shared love for the town, and Joe revealed how he'd moved here to support his two best friends who had fallen on hard times. Their stories intertwined, revealing the depths of their characters.

As time passed, Lily and Joe's friendship grew stronger. Lily learned from Joe's unwavering honesty and self-reliance, while Joe appreciated Lily's warm and welcoming nature. Their friendship proved that sometimes, it takes a friendly heart to unlock the kindness within an unfriendly exterior. Joe's loyalty extended not only to his best friends, but now to Lily as well, forming an unbreakable bond that enriched their lives and the entire community."

Digesting Lily and Joe

While the specific details of this story may be fictional, the core message about human connections is a reflection of real-life possibilities.

The problem of a fictitious story is that we have a hard time analyzing what key points of the story can shape up a pattern we could replicate in real life. Leaving it up to the reader can be charming, but the point is having good reason to believe that life might be okay for an unfriendly person if we try to apply what we learn from it. Therefore, let's do this together.

Lily's curiosity about Joe played a pivotal role. She was willing to look beyond Joe's unfriendly exterior and was open to discovering more about him. Intelligent and tolerant people are more willing to befriend an unfriendly person. If you're welcoming despite being unfriendly, yet no one picks up on your good qualities despite showing them off sometimes, perhaps there was no good company around you to begin with.

Lily's persistence in reaching out to Joe, even when he appeared unresponsive or unfriendly, was crucial. She didn't give up easily, but instead continued to initiate interactions and conversations. It's also important that Joe wasn't rude to her. He could have easily screwed up through mean or angry attitudes.

Lily observed Joe's actions and behaviors, which allowed her to see beyond his initial unfriendliness. If Joe didn't have an active life out in the open, no one would have had the chance to notice him.

If you're a Joe with healthy enough behavior, there's a big chance you'll eventually end up drawing the attention of a Lily. Yet, you still must interact with others in a socially valuable way. Lily spotted Joe's potentially good qualities only when he showed he cared about others and his interests when he was trying to help others. It's that much easier to notice you when you're already adding positivity around you in the smallest of ways.


PORTUGUÊS

Preenchendo o vazio social

Na era atual, muitos indivíduos tendem à introversão extrema, a tal ponto que os jovens adultos estão mais ansiosos e deprimidos do que nunca. Os adultos mais velhos também não acompanharam as mudanças na tecnologia e na esfera social, por isso existe uma enorme lacuna na compreensão de como progredir fora da nossa própria família.

Para essas pessoas, navegar em situações sociais pode ser uma fonte de desconforto, muitas vezes agravado por uma mentalidade negativa. Para todos que estão nessa situação, eis o que tenho a dizer: expor-se, manter a calma e tentar interagir de maneira socialmente valiosa são atitudes que podem ajudar os indivíduos, mesmo aqueles que não são naturalmente extrovertidos ou amigáveis, a fazerem bons amigos publicamente. .

A história a seguir, que analisaremos mais tarde para ver o que podemos levar para nossas próprias vidas, mostra como esse vínculo de amizade pode ocorrer.

Joe hostil

"Era uma vez, em uma cidade pequena e unida, uma mulher chamada Lily, que era conhecida em todo o mundo por sua natureza calorosa e amigável. Ela sempre era a primeira a oferecer uma mão amiga ou um sorriso brilhante a qualquer pessoa que ela conheceu. No entanto, um dia, seus amigos a apresentaram a Joe, um recém-chegado à cidade, conhecido por seu comportamento hostil. Joe tinha um espírito independente, era incrivelmente honesto, autossuficiente e secretamente leal a seus melhores amigos. Lily, inicialmente hesitante em fazer amizade com alguém tão diferente dela, não pôde deixar de ficar curioso sobre o que havia por trás do exterior áspero de Joe.

À medida que as semanas se transformaram em meses, Lily e Joe começaram a cruzar-se com mais frequência na sua comunidade unida. Eles trocavam cumprimentos, e a amizade persistente de Lily gradualmente destruiu a fachada estóica de Joe. Um dia, Lily notou Joe ajudando um vizinho idoso a levar mantimentos até sua porta. Impressionada com sua gentileza e altruísmo, ela decidiu puxar conversa com ele. Eles conversaram sobre o amor que compartilhavam pela cidade, e Joe revelou como ele se mudou para cá para apoiar seus dois melhores amigos que estavam passando por momentos difíceis. Suas histórias se entrelaçaram, revelando a profundidade de seus personagens.

Com o passar do tempo, a amizade de Lily e Joe ficou mais forte. Lily aprendeu com a honestidade e autossuficiência inabaláveis de Joe, enquanto Joe apreciava a natureza calorosa e acolhedora de Lily. A amizade deles provou que, às vezes, é preciso um coração amigável para revelar a bondade de um exterior hostil. A lealdade de Joe se estendeu não apenas aos seus melhores amigos, mas agora também a Lily, formando um vínculo inquebrável que enriqueceu suas vidas e a de toda a comunidade.”

Digerindo Lily e Joe

Embora os detalhes específicos desta história possam ser fictícios, a mensagem central sobre as conexões humanas é um reflexo das possibilidades da vida real.

O problema de uma história fictícia é que temos dificuldade em analisar quais pontos-chave da história podem moldar um padrão que possamos replicar na vida real. Deixar isso para o leitor pode ser encantador, mas a questão é ter bons motivos para acreditar que a vida pode ser boa para uma pessoa hostil se tentarmos aplicar o que aprendemos com ela. Portanto, vamos fazer isso juntos.

A curiosidade de Lily sobre Joe desempenhou um papel fundamental. Ela estava disposta a olhar além do exterior hostil de Joe e aberta para descobrir mais sobre ele. Pessoas inteligentes e tolerantes estão mais dispostas a fazer amizade com uma pessoa hostil. Se você é acolhedor, apesar de ser hostil, mas ninguém percebe suas boas qualidades, apesar de às vezes exibi-las, talvez não houvesse uma boa companhia ao seu redor, para começar.

A persistência de Lily em procurar Joe, mesmo quando ele parecia indiferente ou hostil, foi crucial. Ela não desistiu facilmente, mas continuou a iniciar interações e conversas. Também é importante que Joe não tenha sido rude com ela. Ele poderia facilmente ter estragado tudo através de atitudes maldosas ou raivosas.

Lily observou as ações e comportamentos de Joe, o que lhe permitiu ver além de sua hostilidade inicial. Se Joe não tivesse uma vida ativa ao ar livre, ninguém teria tido a chance de notá-lo.

Se você é um Joe com comportamento saudável o suficiente, há uma grande chance de acabar chamando a atenção de uma Lily. No entanto, você ainda deve interagir com outras pessoas de uma forma socialmente valiosa. Lily só percebeu as qualidades potencialmente boas de Joe quando ele mostrou que se importava com os outros e com seus interesses quando tentava ajudar os outros. É muito mais fácil notar você quando você já está adicionando positividade ao seu redor nas menores maneiras.


image sources
https://pixabay.com/pt/photos/aperto-de-mão-mãos-trêmulas-pacífico-3139227/
https://www.kff.org/mental-health/press-release/latest-federal-data-show-that-young-people-are-more-likely-than-older-adults-to-be-experiencing-symptoms-of-anxiety-or-depression/

Sort:  

Obrigado por promover a Língua Portuguesa em suas postagens.

Vamos seguir fortalecendo a comunidade lusófona dentro da Hive.

Metade das recompensas dessa resposta serão destinadas ao autor do post.

Vote no @perfilbrasil para Testemunha Hive.


Your post was manually curated by @Shiftrox.
banner_hiver_br_01.png

Delegate your HP to the hive-br.voter account and earn Hive daily!

🔹 Follow our Curation Trail and don't miss voting! 🔹